O que é a a Síndrome do Pensamento Acelerado?

O que é a a Síndrome do Pensamento Acelerado?

Como identificar e tratar a Síndrome do Pensamento Acelerado ?

 

A Síndrome do Pensamento Acelerado é uma alteração, identificada por Augusto 

Cury, onde a mente fica repleta de pensamentos, estando completamente cheia 

durante todo o tempo em que a pessoa está acordada, o que dificulta a 

concentração, aumenta a ansiedade e desgasta a saúde física e mental. 

Assim, o problema desta síndrome não está relacionado com o conteúdo dos 

pensamentos, que geralmente são interessantes, cultos e positivos, mas sim com a 

sua quantidade e a velocidade com que acontecem dentro do cérebro. 

Normalmente, esta síndrome surge em pessoas que precisam se manter 

constantemente atentas, produtivas e sob pressão e, por isso, é comum em 

executivos, profissionais de saúde, escritores, professores e jornalistas. No entanto, 

tem se observado que até mesmo as crianças tem demonstrado essa síndrome. 

Principais sintomas 

As principais características de uma pessoa com síndrome do pensamento acelerado 

incluem:

  • Ansiedade;
  •  
  • Dificuldade para se concentrar;
  •  
  • Ter pequenos lapsos de memória de forma frequente;
  •  
  • Cansaço excessivo;
  •  
  • Dificuldade para pegar no sono;
  •  
  • Irritabilidade fácil;
  •  
  • Não conseguir descansar o suficiente e acordar cansado;
  •  
  • Inquietação;
  •  
  • Intolerância ao ser contrariado;
  •  
  • Mudança de humor repentina;
  •  
  • Insatisfação constante;
  •  
  • Sintomas psicossomáticos como: dor de cabeça, nos músculos, queda de cabelo 
  •  
  • e gastrite, por exemplo.

 

Além disso, também é comum a sensação de que as 24 horas do dia não são 

suficientes para fazer tudo o que deseja. 

Estes sintomas são comuns nos estudantes que passam muitas horas do seu dia em 

sala de aula e trabalhadores que vivem sob pressão sempre em busca de melhores 

resultados e de ser reconhecido como o melhor do seu ramo de trabalho. 

Essa síndrome tem se tornado cada vez mais comum porque a quantidade de 

estímulos e informações disponível nos jornais, revistas, televisão, redes sociais e nos 

smarthphones são muito grandes, e bombardeiam o cérebro de informações a todo 

instante. O resultado disso é que além de ter uma grande quantidade de informações 

na mente, o pensamento tem se tornado cada vez mais acelerado, sendo mais difícil 

gerir as emoções associadas a cada situação. 

Como tratar a Síndrome do Pensamento Acelerado ? 

O tratamento contra a Síndrome do Pensamento Acelerado deve ser orientado por um 

profissional especializado, como um psicólogo ou psiquiatra, por exemplo. Mas 

geralmente é feito com a adaptação dos hábitos de vida, devendo-se procurar incluir 

várias pausas durante o dia, fazer atividade física frequente ou incluir pequenos

momentos para ouvir música ou ler um livro sem estar pensando em outras 

atividades. 

Remédios mais indicados 

Os medicamentos que podem ser indicados pelo psiquiatra para ajudar na gestão da 

Síndrome do Pensamento Acelerado são os ansiolíticos, que combatem a ansiedade, e 

os antidepressivos, caso haja depressão associada. 

Mas somente o uso de medicamentos não é suficiente e por isso são necessárias 

consultadas regulares com o psicoterapeuta para que a pessoa possa saber a gerir 

suas emoções e controlar os pensamentos de forma mais eficiente. Existem diversas 

estratégias que podem ser adotadas pelos psicólogos e pelos psiquiatras para 

alcançar esse objetivo.